Elas mudaram de vida para se dedicarem totalmente às viagens

Viajantes que deixaram os empregos © Viaje Comigo

Deixaram o emprego e o país para serem viajantes a tempo inteiro. São exemplos de mulheres que mudaram de vida para se dedicarem totalmente às viagens. Antes de existir o meu site, o Viaje Comigo, trabalhava eu como jornalista para outros meios de comunicação e para os quais fiz várias entrevistas e reportagens com gente que muda de emprego e de país, em busca de algo melhor. Cada pessoa tem uma história diferente e, entre os viajantes que vou conhecendo, existe também quem tenha largado tudo para se dedicar totalmente às viagens, sendo viajante a tempo inteiro.

Maison Citron - Olhão -Algarve © Viaje Comigo
Maison Citron – Olhão -Algarve © Viaje Comigo

Eu deixei, em 2015, um (vários) emprego(s) e salários certos, no final do mês, para ficar a 100% no meu próprio projeto: o Viaje Comigo, que lancei em 2013 – e para me dedicar a tempo inteiro às viagens. Ainda assim, nunca deixei o meu país, nem tão pouco a minha cidade, o Porto, onde nasci e cresci. Posso ir vivendo aqui e ali, mas nunca passei mais de quatro meses sem ir a casa. Mas, quase todos os outros viajantes, que vou conhecendo, deixaram tudo para trás. Deixaram as casas, os empregos, as famílias e os amigos. Viajaram e escolheram um outro país para viver. Voltar ao país de origem é, por norma, algo que não lhes deixa muitas saudades. Começaram do zero os seus projetos – neste caso, as três têm blogues de viagem – e foram bem sucedidos, por se dedicarem de corpo e alma aos seus sonhos e projetos. E são felizes assim!

Estes três casos que apresento são de viajantes a tempo inteiro que conheci na viagem que fiz a Kerala, na Índia – mas tenho conhecido muitas mais histórias parecidas com estas. Porquê? Porque acho que podem ser inspiradoras, para quem deseja também começar do zero e ainda não encontrou o momento certo para o primeiro passo!

Quinta da Côrte -Valença do Douro Portugal © Viaje Comigo
Quinta da Côrte -Valença do Douro Portugal © Viaje Comigo

Conheci a Rebecca Coutant durante a minha viagem a Kerala, na Índia. E ela tem uma das mais interessantes histórias. Agora, olhamos para a Rebecca e não conseguimos imaginar esta nova iorquina em Wall Street e a (ultra)passar a crise do subprime, na primeira pessoa. Perdeu o emprego, perdeu o dinheiro que tinha no Lehman Brothers e teve de começar quase do zero.

Depois disso ter acontecido, trocou a agitação de Nova Iorque pela calma do Belize onde mora há mais de 10 anos. Entretanto, decidiu criar um blogue que é precisamente sobre o seu dia-a-dia, no Belize e noutras viagens que vai fazendo pelo mundo.
“Tinha 33 anos quando deixei o meu emprego, como operadora de títulos no Lehman Brothers em Nova Iorque. Tirei seis meses para viajar e ia regressar para um emprego semelhante e fazer o mesmo trabalho horrível. Eu vivia em Manhattan…”.

“Eu sempre amei viajar… Desde meu primeiro ano fora, quando fui para a Universidade College London, que foi o trampolim perfeito para viajar pela Europa. Assim, durante os meus seis meses, entre empregos, fui para Londres e Paris, norte da Itália e duas semanas com amigos para uma casa alugada na Sicília, Croácia (duas vezes) e Montenegro e, em seguida, antes de voltar para casa, para o trabalho das 6 às 5… vim para o Belize e fiquei uma semana com um amigo. Logo no segundo dia, já sabia que não ia voltar. Já tinha estado em muitos locais das Caraíbas e sempre tinha gostado. Mas, foi algo nas pessoas, tão simpáticas e acolhedoras, que fez com que não quisesse sair daqui. Deixei o emprego de lado e pensei em dar a oportunidade a este local”.

Entretanto, há mais de 10 anos que está a viver no Belize. Primeiro ficou como gerente de um bar/restaurante/discoteca muito popular e lá ficou a trabalhar. “Foi desafiante, mas as longas horas num bar são muitos desgastantes. Acabei por ficar infeliz a fazer isso… o que coincidiu com o regresso do dono e já não precisava de uma gerente…”. Então, o que fez Rebeca? Um blogue!

“Apenas um diário … tão simples. Fiz no blogger e tinha um aspeto terrível. Eu escrevia todos os dias para forçar-me a sair e fazer alguma coisa”. As pessoas começaram a seguir o blogue e “tornou-se cada vez mais popular. Finalmente uma empresa perguntou se poderiam anunciar no meu site. Depois de cerca de um ano e cinco meses, decidi refazer tudo e tornar isso o meu emprego…. Foi a melhor decisão que já tomei!”. Podem seguir as aventuras de Rebecca em San Pedro Scoop.

Rebecca Coutant © Viaje Comigo
Rebecca Coutant © Viaje Comigo

No outro lado do mundo está Brittany Kulick. Esta texana de 29 anos, mudou-se há pouco tempo para Queenstown, na Nova Zelândia, onde trabalha numa loja de cupcakes e tem um blogue de gastronomia e viagens. E, como está tudo relacionado, o nome do seu blogue é o The Sweet Wanderlust.
Saiu de Dallas para fazer uma viagem de dois anos à volta do mundo: “comecei na Europa, passando por Espanha, Itália, Alemanha e Portugal! Depois fui para a Tailândia durante um mês, passei o Natal com a minha família na Austrália e vim para a Nova Zelândia, em janeiro deste ano. Agora fico por cá uns meses e depois vou para a Austrália durante um ano. Escolhi Queenstown por ser a capital mundial da adrenalina, e porque adoro todos os tipos de aventura”.

Brittany, que foi diretora de comunicação de uma ONG em Dallas, durante cinco anos, começou o The Sweet Wanderlust um ano antes de começar a grande viagem. “Sempre gostei de ajudar os outros com as viagens e o blogue é um bom meio para compilar todos os conselhos de viagem e coisas que adoro quando estou a viajar. Adoro doces/sobremesas e viajar! Então quando coloquei as duas coisas juntas surgiu The Sweet Wanderlust”. Hoje, viaja pelo mundo inteiro.

Brittany Kulick em Portugal © DR
Brittany Kulick em Portugal © DR

A irlandesa Janet Newenham tem o que se chama de “bichos carpinteiros”. Nunca está parada muito tempo no mesmo local. Conheci-a numa blogtrip no sul de Espanha e, um ano depois, acabamos por partilhar quarto, durante 15 dias, na viagem a Kerala, na Índia.

Janet já passou por dezenas de países e viveu em tantos outros, atualmente está a viver na Indonésia Desde que saiu da universidade, em 2004, esta ex-assessora e relações públicas, tornou-se a Journalist on the run tendo dado aulas de inglês na Coreia do Sul e Quénia e também vivido na África do Sul, Australia, Canadá, França e Holanda. “Se amanhã mudasse para qualquer cidade, mudaria para a Cidade do Cabo”, disse Janet ao Viaje Comigo.

O blogue começou há seis anos, quando se mudou para a Coreia do Sul. “Foi numa altura em que eu era a única blogger que conhecia e fazia-o só pela diversão e para manter a par das minhas viagens a família e amigos”. Atualmente Janet é uma das mais conhecidas bloggers de viagens irlandesa, tendo já tido diversas distinções. “É difícil de acreditar o quão longe eu cheguei, desde então, e que agora sou uma blogger de viagem a tempo inteiro”. Foi o que sempre sonhou.

Janet Newenham na Cidade do Cabo © DR
Janet Newenham na Cidade do Cabo © DR

Texto original no Viaje Comigo, datado de 2016.